Prêmio Press 2014


Home > Agenda > Detalhes do evento
Mostra das obras de releituras de Eva Montoliu

13/06 até 24/06
Espaço Novos Talentos da Assembleia
Praça Marechal Deodoro, 101, Centro.


“Todo artista tem algo que me toca na alma e que me inspira”, assim nasceu a paixão da artista plástica espanhola Eva Montoliu pelas releituras, série de obras que agora serão expostas no Espaço de Novos Talentos a convite da Assembléia Legislativa do RS. Pintores consagrados, como Vincent Van Gogh, Pablo Picasso, Sandro Botticelli, Edgar Degas e Henri Matisse, ganham uma nova interpretação, através do olhar de Eva.

Com uma arte que mistura pintura acrílica, massa e colagem e uma técnica de dobra de papel desenvolvida por Eva, a mostra reflete o perfil da artista pela busca constante do novo. “Adoro revisitar aquele quadro ou aquela obra que já vi muitas vezes e me surpreender a cada novo olhar”. Assim acontece com o trabalho de releituras, nos quais é possível captar a essência da obra original, sem deixar de perceber o novo. “Sempre tem alguma coisa nova, algum detalhe que pode ser retratado de forma diferente,” diz Eva.

A primeira obra de releitura, Sol e Lua, foi inspirada nos trabalhos de Mosaccio e Boticelli. “O Renascimento tem uma estética clássica e contemporânea ao mesmo tempo, ideal para qualquer ambiente. É a beleza clássica que não sai de moda. O retrato de mulher foi a minha primeira escolha como releitura por causa do movimento insinuante nos cabelos. Ele, de turbante, elegante e perfeito para o par”, explica a artista plástica.

Já a tela Aula de Dança foi resultado da procura por uma obra onde Eva poderia misturar a técnica de colagem dos jornais com a pintura. A artista encontrou nas bailarinas de Edgar Degas a imagem perfeita para um contraste inusitado. “E como a França é um dos berços do balé, utilizei o periódico em francês”, destaca Eva Montoliu.

A artista, que iniciou sua carreira nas telas a óleo e acabou seduzida pelo acrílico, é apaixonada pelas pinturas de Van Gogh que, segundo ela, é um gênio que inspira e seduz. Aprecia muito as cores que o pintor utiliza, principalmente, o azul, sua cor preferida. Assim nasceu o quadro Tertúlia, um dos seus preferidos e capa do convite da Mostra. Como o original tem um fundo perturbador, na releitura a colagem do jornal – todos em hebraico, deu leveza à obra. “Termina sendo só alguém tomando café no meio da conversa,” simplifica.




Agenda Cultural
até
26
Out

MasterClass de Canto
Casa da Música
até
25
Out

Em Nome do Jogo (RJ)
Teatro São Pedro
até
22
Out

Um Amor de vizinha
Cinespaço Wallig Porto Alegre
até
26
Out

GPS Gaza
Sala Álvaro Moreira
até
22
Out

Na Quebrada
Cinespaço Wallig Porto Alegre
até
22
Out

A Lá Pucha - Novas Caras
Sala Álvaro Moreira
Mais