Atores ficam suspensos em rede de lixo no Arroio Dilúvio em performance do Palco Giratório

Nesta sexta-feira, 12/05, às 12h, o grupo gaúcho Ecopoética: Arte e Sustentabilidade em Intervenções Urbanas irá realizar a performance “Dilúvio MA”, na Ponte da Azenha. Dentro de redes de lixo, que ficam suspensas no Arroio Dilúvio, o grupo apresentará composições coreográficas e práticas meditativas. Interagindo com um ambiente marginalizado da Capital, objetivo da apresentação é chamar atenção quanto à responsabilidade pessoal e coletiva da manutenção dos locais públicos da cidade. Assim, como o cuidado com o meio ambiente e a responsabilidade pela produção de lixo. A montagem faz parte da programação do 12º Festival Palco Giratório Sesc/POA, que se estende até dia 28 de maio, e está em turnê pelo País como uma das atrações do 20º Circuito Nacional Palco Giratório.

MA no Zen-budismo significa “vazio”, ou ainda “espaço entre as coisas”. A intervenção urbana Diluvio MA traz os performers suspensos no interior de uma rede cheia de lixo, balançando durante algumas horas sobre espaços da cidade carentes de cuidado e atenção. Com criação e performance de Marina Mendo e Rossendo Rodrigues, a intervenção urbana tem duração de 3h e classificação etária livre.

Programação completa em https://www.sesc-rs.com.br/palcogiratorio/programacao.php.

  

 

 

Leia Também