Nivea Viva celebra a obra de Jorge Ben Jor em show que reúne Skank, Céu e o próprio Jorge

Em 2017, a NIVEA reverencia Jorge Ben Jor, o rei do suingue e da simpatia, adicionando um balanço irresistível à série que celebra anualmente os principais ícones da música brasileira. Ele é o astro-mor da sexta edição do projeto NIVEA VIVA, revisto ao lado de brilhantes interpretes de uma outra geração: Skank e Céu.

“A Plataforma NIVEA VIVA é genuína em sua proposta ao levar ao público, de forma democrática, grandes homenagens à música brasileira e seus interpretes em shows gratuitos”, afirma Tatiana Ponce, vice-presidente de Inovação para Américas e diretora de Marketing da NIVEA Brasil. “Este ano, vamos comemorar a alegria contagiante do povo brasileiro, celebrando Jorge Ben Jor, um cantor e compositor atemporal, cuja obra transita facilmente entre várias gerações”, completa ela.

Conduzidos por Monique Gardenberg, que assina a direção geral, a cantora paulistana e o grupo mineiro vão dar novos significados para a obra – iniciada nos anos 60 e incrivelmente atual até hoje – de um artista sem similares na música brasileira e mundial. “Jorge é um inventor, ele sublinhou a África, trouxe o blues/rock para a bossa nova e criou o samba-rock. Jorge é um acontecimento na música popular brasileira e vamos festejar essa força criativa que influenciou tantas gerações”, explica Monique. “Fiquei contente e surpreso e por ter sido escolhido para esse projeto. Acho que vamos fazer shows bem legais”, resume o próprio Ben Jor.

O Nivea Viva estreia em Porto Alegre neste domingo (02/04), às 16h30, no Anfiteatro Pôr do Sol, e vai passar por outros espaços abertos no Rio (09/04), Fortaleza (07/05), Recife (21/05), Brasília (11/06) e, finalmente, São Paulo (dia 25/06). “Por ser um show que vai acontecer ao ar livre, com a luz do dia, vamos usar telões de LED para criar os climas e os vídeos de cada canção. Jorge é ligado em cinema, o que gera em mim uma inspiração especial para vestir seu repertório”, conta Monique. “Por conta disso, vamos usar imagens do clássico ‘Viagem à Lua’, de Georges Méliès, durante ‘Os alquimistas estão chegando’, e de ‘O pão nosso de cada dia’, de F.W. Murnau, em ‘Que pena’”, explica a diretora geral.

PORTO ALEGRE
2 de abril (domingo), às 16h30
Anfiteatro Pôr do Sol
Av. Edvaldo Pereira Paiva, 2000 – Praia de Belas – Porto Alegre – RS

 83

Foto: Leo Aversa

Leia Também